segunda-feira, 8 de março de 2010

ANJOS E DEMÔNIOS DA CIÊNCIA.


No filme,os cientistas são inocentes e os cardeais são sábios.

Anjos e Demônios,romance de Dan Bronw.
O filme é baseado num complô para destruir a igreja católica ás vésperas de um conclave que vai eleger um novo papa. Uma nova arma devastadora extremamente poderosa é escondida secretamente na básilica de São Pedro,que situa-se no Vaticano,com uma capacidade enorme de explodir,Robert Langdon um professor especialista em simbologia é chamado ás pressas para analisar uma situação e desvendar algo incomum e misterioso.

Essa bomba é feita de uma amostra de antimáteria elaborada pelos cientistas do Cern (o centro de físicas e partículas).
Vitoria Vectra e um padre físico iniciam esse projecto no templo da ciência, eles preparam-se para accionar a maior máquina jamais vista na história com a intenção de isolar um pouco de antimáteira.

O ponto é que a máteria de partículas como eletrons e quarks,não pode ser tocada pela sua antimatéria,pois as mesmas não são compatíveis e quando se chocam simplesmente se transformam em raios gama que é simplesmente uma radiação eletromagnética de grande energia.

Essa bomba de forte ameaça sobre o Vaticano é feita de antimáteria,e foi roubada do Cern. Dá-se a entender que a principal intenção deles é tentar recriar o Big Bang,o momento da criação,Transformando mistério em ciência. O Padre tem a intenção de provar que Deus existe e os cientistas que a ciência explica ate mesmo o mistério que é a criação sem que haja interferências sobre naturais.A religião está nas mãos da ciência!

Notasse bastante a aproximação entre o conflito entre ciência e religião.

A maior impressão que nos passa é a que os cientistas são inocentes e sapiência nos cardeais, deixando cientistas parecer imaturos e irresponsáveis perante a autoridade moral da igreja.

Sociedade moderna?os ''brinquedos'' digitais da ciência ou a moral ancestral da igreja?

A sabedoria e a moralidade não são províncias exclusiva da religião. Muitas pessoas sábias e altamente morais não são religiosas.Os desafios que enfrentaremos ao longo deste século ,do aquecimento global á crise de energia,serão resolvidos nos templos da ciência e não nos belos templos religiosos.

O Meu ver sobre esse artigo é que o que ele tenta passar é a importância da matéria e da antimatéria no mundo, pois a antimáteria é a matéria hipotética inteiramente constituída por antipárticulas. E se chocar com a matéria seus raios gama destruíram tudo ao redor. O legal do autor de ter iniciado esse assunto com o filme é que basicamente esse filme especifico demonstra bastante a importância da antimatéria, com formas simples e empolgantes de se aprofundar sobre esse assunto. Também achei bem importante a crítica dele sobre a aura que colocam sobre a igreja,desmerecendo um pouco os conhecimentos científicos,para dar moral pós ser julgada como templo de Deus. Mas sem a ciência hoje em dia não seriamos nada.


* Esse texto foi postado pela aluna Carolina Benetti ,no dia 08/03 ás 22:26, Com base total no texto feito por Marcelo Gleiser cujo link em que se encontra o texto original é [http://marcelogleiser.blogspot.com/search/label/Big%20Bang] postado por ele num Domingo, 14 de Junho de 2009. *

21 comentários:

  1. Bom, também acho que o exemplo do filme foi muito bom.
    Mas acho que a intenção maior do filme não seria mostrar o quão perigoso é o choque entre matéria e antimatéria e nem o quanto a ciencia pode fazer, mas tentou fazer um apelo para que nçao haja essas discussões sobre quem sabe mais: Igreja ou Ciência, mas que o correto seria um equilíbrio entr eles, cada um respeitando as teorias e opiniões de cada um.

    Bom texto, só que ficou um pouco copiado demais. Poderia ter sido mais 'com suas palavras'.
    Fica a dica pra próxima :D

    ResponderExcluir
  2. Talvez o debate entre ciência e tecnologia seja um "pouquinho" mais profundo e se refira a liberdade de pensamento. Tenham em mente que o pensamento religioso é sempre baseado em dogmas (verdades absolutas que não podem ser questionadas) enquanto a essência do pensamento científico é o questionamento...
    Quanto ao filme, gostei muito - mas vamos ter que discutir um pouco sobre materia/antimateria para esclarecer alguns pontos aê =D

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente que a idéia principal o filme não foi a de nos mostrar a física,mas acho legal o modo como ela é citada no enredo e em como eles concenguem atrair nossa atenção para prestarmos atenção em detalhes minimos que sempre deixamos passar,como eu não tinha noção de que se a matéria e a antimatéria se chocassem poderia quando se chocam simplesmente se transformam em raios gama que é simplesmente uma radiação eletromagnética de grande energia,ou seja uma grande explosão! curti saber disso... :D

    Obrigada da proxima vez presto mais atenção bjs :**

    ResponderExcluir
  4. O filme retrata o atrito entre a Ciência e Igreja, já que a mesma,era quem promovia a alfabetização das pessoas, impondo sua doutrina como a única verdade. logo viu os cientistas como obstáculos para seus ideais e que poderia desacreditá-la. Na verdade, a Ciência trouxe melhoria para todos, e provou que não quer questionar simplesmete a crença da Igreja, mas sim mostrar um outro caminho, uma outra resposta para as "leis" que regem o universo. Acredito, que o filme poderia mostrar ambos os focos, comprovando que eles podem caminhar juntos para o desenvolvimento da humanidade, usufruindo de seus benefícios...

    Lucineide Alves do Nascimento

    ResponderExcluir
  5. O filme retrata muito bem que existe uma conflito entre a Ciência e a Igreja, eu acho esse conflito até desnecessário, pois a igreja sempre acha que a ciência está errada em tudo e vice e versa, outro ponto que eu achei bem intersante sobre o filme, foi mostrar o que pode acontecer quando a matéria e a antimatéria entram em contato, pode causar concerteza um grande estrago.

    Caroline Oliveira dos Santos

    ResponderExcluir
  6. eu gostei muito do filme, achei que mostrou bem esse conflito entre a igreja e a ciencia, mas acho que essa rivalidade não é de proveito para nenhum dos dois lados, por que a religião não vai mudar pela ciencia e vice-versa; então para evitar discussoes desnecessarias eu acho que cad um deveria ficar na sua, e seguir o que acha certo, ciencia ou religião.

    ResponderExcluir
  7. Eu gostei mais ou menos, Deu pra entender o conflito entre a Ciência e a Igreja, só que eu acho que não é bom esse conflito porque a Ciência é muito importante em nossas vidas, e a Igreja também porque é preciso acreditar em algo para seguirmos em frente!!!

    ResponderExcluir
  8. Bom eu intendi que o big bang esta tentando si reenconstruir, e que os ciêntista estão tentando provbom eu intendi que o big bang esta se reencontruindo a que a ciência é ate mesmo a criação sem que haja interfência sobre naturais bom foi oque eu consegui intender e até mesmo explicar.

    ResponderExcluir
  9. Gostei do filme muito bom mesmo ;)

    ResponderExcluir
  10. ok, mas quem vai explicar aqui o que são raios gama, exatamente? =D

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Radiação gama ou raio gama é um tipo de radiação eletromagnética produzida geralmente por elementos radioativos, processos subatômicos como a aniquilação de um par pósitron-elétron. Este tipo de radiação tão energética também é produzido em fenômenos astrofísicos de grande violência. Possui comprimento de onda de alguns picometros até comprimentos mais ínfimos como 10-15/10-18 metros.

    Por causa das altas energias que possuem, os raios gama constituem um tipo de radiação ionizante capaz de penetrar na matéria mais profundamente que a radiação alfa ou beta. Devido à sua elevada energia, podem causar danos no núcleo das células, por isso usados para esterilizar equipamentos médicos e alimentos.

    A energia deste tipo de radiação é medida em Megaelétron-volts (MeV). Um Mev corresponde a fótons gama de comprimentos de onda inferiores a 10 - 11 metros ou frequências superiores a 1019 Hz.

    Os raios gama são produzidos na passagem de um nucleon de um nível excitado para outro de menor energia e, na desintegração de isótopos radioativos. Estão geralmente associados com a energia nuclear e aos reatores nucleares. A radioatividade se encontra no nosso meio natural, desde os raios cósmicos que bombardeiam a Terra provenientes do Sol e das Galáxias de fora do nosso sistema solar, até alguns isótopos radioativos que fazem parte do nosso meio natural.

    Os raios gama produzidos no espaço não chegam à superfície da Terra, pois são absorvidos na parte mais alta da atmosfera. Para observar o universo nestas frequências, é necessária a utilização de balões de grande altitude ou observatórios espaciais.[1] Em ambos os casos se utiliza o efeito Compton para detectar os raios gama. Estes raios são produzidos em fenômenos astrofísicos de alta energia como em explosões de supernovas ou núcleos de galáxias ativas.

    Em astrofísica se denominam erupções de raios gama (Gamma Ray Bursts) as fontes de raios gama que duram alguns segundos ou algumas poucas horas, sendo sucedidas por um brilho decrescente da fonte em raios X. Ocorrem em posições aleatórias do céu e sua origem permanece ainda sob discussão científica. Em todo caso parecem constituir os fenômenos mais energéticos do universo.

    A radiação gama é amplamente utilizada na medicina nuclear no tratamento de enfermidades como o câncer em um processo denominado teleterapia, onde o paciente é exposto a uma fonte radioativa emissora gama sem que haja contato físico com a tal fonte por um tempo pré determinado. É utilizado também em cirugias sem corte para eliminação de tumores intracraniânos que é feita por um aparelho denominado faca gama. Sua aplicação mais conhecida é a Tomografia por Emissão de Pósitrons (ou positrões em Português de Portugal) (PET), onde a a emissão gama é direcionada em vários feixes gama em direção a detectores que posteriormente remontam fatia a fatia toda a estrutura corpórea a ser analisada.

    ResponderExcluir
  13. Bem Euh achO que o Filme naum fOii dee Nóis mOstra a Fisica.Tenham em mente que o pensamento religioso é sempre baseado em dogmas.O Filme Também mOstra a atrito Entre Ciência e Igreja.

    ResponderExcluir
  14. O filme retrata sobre a discursão ou conflito entre a igreja e a ciência.A maior impressão que nos passa é que os cientistas são inocentes e sapiência nos cardeais, deixando cientistas parecer imaturos e irresponsáveis comparando com a moral da igreja.

    Hilgner Amaral Campos

    ResponderExcluir
  15. o texto fala da igreja e dos cientista
    mais ñ fala muito sobre a fisica de hoje
    esse texto mostra o os comflitos entre a
    igreja eos cientistas

    ResponderExcluir
  16. bom, acho q minha opinão é quase a mesma, por que o que estamos falando é sobre a fisica e no texto ñ tem nada falando sobre isso pelo contrario fala muito sobre o conflito entre igrejas e ciêntistas, além disso tdu tem um porém, por que na fisica inclui muitos fatos sobre as religões e as ciências.

    ResponderExcluir
  17. acho que teria uma definição melhor para explicar o que são raios gama e mais facil de se entender:

    Se você é fã de quadrinhos, a resposta está na ponta da língua. Ou melhor, na força sobre-humana, enorme irritação e cor esverdeada do Hulk. Fora da ficção, o raio gama deixa seus poderes de lado e volta a ser só radiação eletromagnética. Isto é, transmite energia pelo espaço na forma de ondas, com emissão de partículas ou componentes magnéticos. São como os raios X e de luz, com pequena diferença. "A radiação gama vem sempre de um material radioativo – como cobalto 60 ou urânio – e os raios X, de uma máquina elétrica. O raio X você desliga; a radiação gama, não", afirma Dirceu Martins Vizeu, diretor científico da Embrarad (Empresa Brasileira de Radiações). Há também diferença no comprimento das ondas e na quantidade de energia emitida. Quanto menor o comprimento, mais energia é irradiada. Isso faz o gama a fonte mais potente do espectro eletromagnético. Sua partícula, por exemplo, transporta 10 mil vezes mais energia que a partícula de luz. E sua radiação consegue atravessar camadas e mais camadas de concreto pelos espaços reais que existem entre os átomos e moléculas. A radiação gama funciona provocando ionizações. Ao encontrar um elétron, ela o retira da órbita, obrigando o restante do átomo a se rearranjar. Esse processo gera fótons de radiação gama. Provoca, assim, uma reação em cadeia, que pode afetar a estrutura química das células do corpo. Uma exposição muito prolongada traria, então, muitos problemas: de dores de cabeça, passando por mutações nos órgãos e membros, até chegar à morte. Os poderes ficam mesmo só no personagem e na imaginação de Stan Lee, criador do Hulk.
    Carolina Benetti.

    ResponderExcluir
  18. Eu gostei sim pq o texto fala tudo q a conteseu entre a igreja e a nação,tudo mundo naquela epoca só acreditava na igreja
    ass:Failon

    ResponderExcluir
  19. e verdade o conflito entre a igreja e os cientistas e muito grande pois como e dito no texto a igreja quer mostrar q deus existe ja os cientistas querem explicar que a ciência explica ate mesmo o mistério que é a criação sem que haja interferências sobre naturais
    pois a religião esta nas mãos da ciencia.
    eu mesmo sou uma pessoa religiosa mas sou uma pessoa q tambem acredito na ciencia foi otimo ler um texto q dar pra dar uma ideia para mim isso responde algumas das minhas perguntas

    ResponderExcluir